Notícias

ATS apresenta dados da gestão orçamentária, arrecadação e custos entre janeiro de 2019 e julho de 2020

11/08/2020 - Nielcem Fernandes/Governo do Tocantins

A Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) realizou a primeira reunião para tratar do acompanhamento da execução orçamentária e apresentar os principais dados sobre a arrecadação e os custos da gestão no período entre janeiro e dezembro de 2019 e de janeiro a junho de 2020.

Participaram da reunião, o presidente da Agência, Davi Goveia Júnior; o vice-presidente Agnaldo Ferreira de Lima; além de diretores, gerentes e responsáveis pelo planejamento e pela execução do orçamento da pasta para o ano de 2020.

Durante a reunião, que ocorreu na última quarta-feira, 5, foram apresentadas informações sobre as ações que vêm sendo desenvolvidas pela ATS, incluindo as melhorias previstas no Plano Plurianual (PPA) 2020/2023, e os principais projetos a serem implantados, como o Programa de Enfrentamento ao Período de Estiagem (Pepe). Também foram apontados os dados referentes ao faturamento e à arrecadação, relativos aos municípios atendidos pela Agência.

PPA 2020/2023

De acordo com o Plano Plurianual (PPA), desenvolvido pelo Governo do Tocantins para 2020/2023, as principais metas da ATS para 2020 são: a expansão da Rede de Distribuição de Água (RDA) na zona urbana dos municípios atendidos pela Agência; a implantação de 25 Sistemas Coletivos de Abastecimento de Água; a instalação do Sistema de Coleta e Tratamento de Esgoto em ao menos oito municípios de diversas regiões do Estado; e o aumento de capacidade de tratamento de, pelo menos, cinco Estações de Tratamento de Água (ETAs). Também está prevista, no PPA 2020, a perfuração de diversos Poços de Tubulação Profunda (PTPs) em municípios tocantinenses para atender milhares de pessoas que moram nas comunidades rurais e não têm acesso regular à água.

Arrecadação

A Pandemia causada pelo novo Coronavírus, causador da Covid-19, gerou impacto negativo na arrecadação da Agência no primeiro semestre de 2020. Para amenizar esse impacto, a gestão adotou medidas como a negociação e o parcelamento de débitos junto aos clientes, o que possibilitará a diminuição da inadimplência. Até o momento, arrecadação atingiu o equivalente a 72% do previsto para o primeiro semestre de 2020.

Custos

A política de contenção de gastos implementada pela atual gestão permitiu que os custos operacionais, que incluem a folha de pagamento dos servidores da Agência, faturas de energia elétrica e a quitação de débitos de gestões anteriores, se situassem em R$ 9,2 milhões nos primeiros seis meses do ano da atual gestão, valor inferior ao previsto inicialmente.

“Esses dados demonstram que a Gestão está no rumo certo. Tanto os relatórios aqui apresentados quanto o planejamento orçamentário projetado para o próximo semestre são importantes para a tomada de decisões estratégicas durante o próximo semestre. Uma boa gestão aliada ao planejamento vem ao encontro dos objetivos traçados pela Agência em parceria com o Governo do Tocantins, objetivando alcançar as metas contidas no PPA 2020/2023", afirmou o presidente da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), Davi Goveia Junior.

Para o gerente de planejamento e convênios da pasta, Felipe Vasconcelos, a reunião aconteceu no momento oportuno para nortear as futuras ações da Agência.

“Essa reunião abordou principalmente o andamento da execução do nosso orçamento de 2020. Com o final do primeiro semestre, acreditamos que esse é o momento exato para analisarmos os resultados obtidos e, se necessário, corrigir alguma falha pontual nos projetos desenvolvidos pela Agência, no que diz respeito à arrecadação, ao faturamento e aos custos”, ressaltou Felipe Vasconcelos.